Ao utilizar este site consideramos que aceita a utilização de cookies.

← voltar à listagem

RETALHO REGISTA CRESCIMENTO DE 50% EM INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO

RETALHO REGISTA CRESCIMENTO DE 50% EM INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO

15

NOV

2019

O setor do retalho está a revelar-se como um segmento dinâmico no mercado imobiliário. Nos primeiros nove meses do  ano, o setor do retalho registou mais de 620 negócios - representando um crescimento homólogo de 50% face ao ano de 2018. 
A maioria destas aberturas provêm do comércio de rua com mais de 410 novas lojas a surgirem, representando assim cerca de 67% da procura segundo os dados da Cushman & Wakefield. De seguida surgem os centros comerciais com 18% do número de operações, muito por influência dos recentes projetos de renovação e expansão. 
A atividade com maior procura, incentivada em grande parte pelo turismo, é o setor restauração com 55% dos arrendamentos, seguido pelo setor da Moda e Outros, ambos com 11%. 
A mesma consultora refere ainda que “...as cadeias de retalho nacionais aumentaram a sua representatividade, com 31% dos negócios fechados, embora ainda abaixo dos operadores independentes com 46%.” (Market Update 2019, Cushman & Wakefield).
Ao nível de investimento, estima-se que para este ano o volume total de investimento possa atingir um novo máximo, ultrapassando os 3000 milhões euros alcançados no ano passado. Os setores mais ativos até ao mês de Setembro de 2019 foram os setores de escritórios, representando 34% do investimento total e o retalho com 32%. A este facto acresce ainda que foi o setor no retalho a protagonizar o maior negócio do trimestre em análise o segundo maior do ano com a aquisição de dois centros comerciais no sul do país a valer cerca 179 milhões de euros.

RETALHO REGISTA CRESCIMENTO DE 50% EM INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO