Ao utilizar este site consideramos que aceita a utilização de cookies.

← voltar à listagem

Mulheres ditam nas compras para a casa

Mulheres ditam nas compras para a casa

12

MAR

2020

Atualmente as mulheres ainda são o género dominante quando falamos em responsabilidades domésticas. Esta conclusão vem de encontro a um estudo recente realizado pela Nielsen, revelando que em média, 91% das mulheres inquiridas assume a responsabilidade total ou partilhada em tarefas domésticas, compras diárias e preparação de refeições.

As mulheres tornam-se assim um pilar decisivo no processo de compra de produtos para o lar.


Dado as funções que as mulheres muitas vezes acumulam no seu dia-a-dia, chega até a dizer-se que “elas têm mais que uma profissão - o trabalho laboral e o trabalho de cuidar da casa. As suas necessidades e exigências perante o pouco tempo disponível, torna este grupo numa oportunidade, caracterizando-se por um segmento muito específico com elevado interesse pela conveniência e rapidez. Por exemplo, esta conveniência reflete-se nos dados deste estudo, onde 60% das mulheres em toda a Europa, admite que ter uma loja de conveniência próximo influi na sua tomada decisão sobre onde comprar.

Outro dado relevante deste estudo mostra que as mulheres europeias (49%) está mais suscetível a fazer compras online valorizando a entrega rápida e gratuita. Têm também maior interesse em receber uma

notificação quando um produto se encontra fora de stock ou quando existe possibilidade de devolução.


Outra característica da mulher europeia é que não está disposta a comprometer a sua saúde e por isso gosta de analisar os produtos, valorizando as marcas que utilizando produtos de qualidade e se preocupam com a saúde e bem estar dos seus consumidores. Este é também um perfil partilhado.

Mulheres ditam nas compras para a casa